Páginas

terça-feira, 12 de julho de 2011

Devo estudar inglês, ou mandarim?

O mundo que conhecemos é dominado pelos EUA. De lá, assimilamos a cultura, valores e, principalmente, produtos e tecnologias. Na minha geração, aprender inglês foi essencial.

Mas o que podemos recomendar às futuras gerações? Quem está na escola hoje deve esperar a mesma distribuição geopolítica do século XX?

Certamente não.

Enquanto as economias dominantes dos países "desenvolvidos" (EUA e Europa Ocidental) parecem lutar contra crises cada vez mais frequentes, alguns países "em desenvolvimento" chamam a atenção do mundo por seu crescimento econômico: são os BRIC - Brasil, Rússia, Índia e China.

O Brasil, acreditem, está em franco crescimento econômico e tecnológico. Nossa economia, historicamente baseada em commodities, começa a desenvolver-se também em produtos com maior valor agregado. Isso representa um grande desafio para as futuras gerações: aprender a trabalhar com o cérebro, e não com as mãos.

Mas quem lidera essa revolução é a China. Com mais de 1,3 bilhão de habitantes, a economia chinesa cresce a um ritmo sem igual. Já é possível sentir o efeito desse crescimento na prática, com a invasão de produtos chineses: das quinquilharias vendidas a R$1,99 até automóveis.

Mas não pense que a China será apenas um grande exportador de produtos de consumo. Tudo indica que, nos próximos 20 anos, ela se tornará a maior potência econômica, tecnológica, militar... e portanto... cultural!

Para compreender esse novo mundo, recomendo essas três palestras:
somadas, elas tomarão menos de 1 hora do seu tempo, mas eu garanto: elas podem definir o seu futuro.

Ah! - e quanto à pergunta que está no título dessa matéria??? - deixe o seu comentário!!!

Um comentário:

Radige Hanna disse...

Eu acredito que tudo que você aprende de alguma forma será útil. Então quem tem tempo e como pagar eu recomendaria aprender as duas línguas.

Postar um comentário

Artigos mais recentes:

Artigos mais lidos:

.